Fisioterapía pélvica na gravidez

 

Fisioterapia pélvica na gravidez

Fisioterapía pélvica na gravidez
Fisioterapía pélvica na gravidez

A fisioterapia pélvica focada no assoalho pélvico é uma das várias especialidades que ajudam a preparar o corpo da mulher para o parto. Além de fortalecer os músculos da região e auxiliar na diminuição da dor, os exercícios previnem possíveis disfunções no pós-parto, como incontinência urinária, e facilitam a recuperação.

Para quem opta pela cesárea, a fisioterapia pélvica contribui para melhorar a qualidade da gestação, reduzir dores na coluna, no púbis, o inchaço e a fadiga. Depois, os benefícios são a melhora da cicatrização e a rápida recuperação da parede abdominal.

A pelve da mulher sofre grande ação de hormônios durante a gestação que a deixam mais flexível para favorecer a descida do bebê. As posturas e os exercícios são específicos para isso

Esse trabalho específico entra para uma lista de técnicas que as mulheres podem optar por fazer durante a gestação. Entre as atividades, estão dança, hidroginástica, ioga e pilates, por exemplo. É importante que qualquer prática física durante a gestação tenha liberação médica e seja orientada por um profissional.

Além de conduzir os exercícios durante a gestação,a fisioterapia  trabalha com a mobilidade da mulher e da região pélvica durante o trabalho de parto. Estudos experimentais apontam que esse trabalho promove a evolução da dilatação, e o uso consciente do corpo favorece o parto vaginal.

Exercícios
Cada mulher fará exercícios de acordo com seu objetivo e condições, mas, no geral, Evitando forçar a parede abdominal, justamente por conta da diástase. Os agachamentos são benéficos, mas a aplicação vai depender da parte postural de cada pessoa

Fortalecimento de assoalho pélvico: contração e relaxamento do assoalho pélvico. Nesse caso, pode-se usar um equipamento chamado Epi-No®, uma espécie de balão que é introduzido no canal vaginal e inflado. Isso vai gerar elasticidade e flexibilidade, além de maior consciência da região e da musculatura a fim de diminuir lesões perineais.

Bola: dependendo do exercício, vai promover a mobilidade da região da pelve, focado no assoalho e em toda a região do quadril.

Vocês fizeram a fisioterapia pélvica?

Você pode tomar chá de moringa na gestação? Descubra nesse link

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *