Quando o positivo finalmente chega você fica com uma mistura de sentimento, felicidade, alegria e muitas duvidas.

Sera que vou dar conta? Vou ser uma boa mãe? Vou saber trocar? Vou conseguir amamentar? Como vai ser meu parto? Vai ser cesárea ou normal? Muitas questões que precisam ser esclarecidas.

Vou dar algumas dicas para essa fase ser mais tranquila.


Como realmente se preparar para a chegada do  bebê ?

Para quem
ganha o primeiro filho, tudo muda. O seu namoradinho virou seu companheiro
nessa aventura. Quanto mais ele participar durante a gravidez, mais conectado
com a ideia vai estar quando o bebê chegar – por isso, nem pense em fazer todas
as compras do enxoval com sua mãe. E, como os primeiros meses com uma criança
em casa prometem ser cheios de novidades, vocês podem aproveitar o segundo
trimestre da gestação ou o começo do terceiro para fazer um passeio especial –
depois disso, os obstetras recomendam viagens curtas. E, claro, vale manter os hábitos
“de namoro”, como jantar fora ou pegar um cineminha.
Quando o bebê nascer, por algum
período, é inevitável que você dê muita atenção ao seu filho… e há maridos
que chegam a ficar enciumados. “Todo o resto deixa de ser prioridade, é
natural. Se o pai estiver presente, participar e dividir as tarefas, vai ver
que essa fase logo passa”, afirma Lidia Aratangy, terapeuta familiar, autora de
diversos livros, entre eles Novos Desafios da Convivência: Desatando os Nós da
Trama Familiar 
(Ed. Rideel). É importante que ele esteja ao
seu lado nesse começo. Infelizmente, por lei, o homem contratado tem direito a
apenas cinco dias de licença-paternidade, a contar da data do parto, mas ele
pode combinar de emendar as férias.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A
alimentação de seu bebê é diferente da dos adultos, então ele terá muitos
objetos que só serão usados por ele, como mamadeiras, pratinhos, chupetas e
esterilizadores. Separe um espaço na cozinha para colocar apenas as coisinhas
da criança.
Dessa maneira você encontrará
tudo quando precisar, evitando a dor de cabeça de ter que procurar a mamadeira
quando o bebê estiver chorando com fome.
  
Se sua casa
tiver escadas, instale portões com travas inteligentes. Assim que se movimentar
com mais autonomia, é certo que seu bebê vai querer descer os degraus sozinhos,
o que é muito perigoso. Ele pode escorregar ou se desequilibrar, podendo se
machucar seriamente.
Os portões serão manuseados
apenas por pessoas com uma altura suficiente para fazê-lo, deixando os pais
mais sossegados. Caso não seja possível instalar um portão em todas as escadas,
coloque uma barreira tanto no início quanto no fim. E fique atenta para ver se
essas barreiras não precisam ser ajustadas à medida que o bebê cresce.
Já na saída
da maternidade é preciso ter cuidado com o transporte do bebê. A cadeirinha do
carro deve fazer parte do enxoval. A utilização é obrigatória. Porém, mais
importante que evitar uma multa de trânsito é dar segurança ao seu
pequeno. Para os primeiros meses, o modelo adequado é o bebê-conforto que, em
geral, será utilizado até a criança alcançar os 9 quilos. Alguns modelos se
estendem até os 13 quilos.
É importante que você observe se
o modelo que está comprando é testado e aprovado pelo INMETRO. É esse selo que
garante a qualidade e a segurança do produto. Não abra mão do bebê-conforto na
saída da maternidade, mesmo se você for usar um táxi para voltar para a casa. A
cadeirinha deve ser colocada no banco traseiro do carro, de frente para o
encosto e ficar presa pelo cinto de segurança.

Não espere um acidente acontecer
para adaptar a casa, o carro e a rotina para a chegada do bebê! É comum
deixarmos algumas coisas para depois, até porque são muitos afazeres e
novidades para os pais com um recém-nascido. Mas coloque como prioridade a
adaptação da sua casa para a segurança do novo membro que acabou de chegar. É melhor prevenir do que remediar!
Você vai ficar mais preparada, a maioria das dúvidas vão sumir e ainda você vai ficar muito mais tranquila e não vai ter tantas dificuldades quando o seu bebê nascer.
Se você quer realmente se preparar para a chegada do bebê indico esse curso de gestantes pois valem a pena http://bit.ly/2zKglA1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *