Cosméticos naturais: o que você precisa saber sobre “low” e “no poo”

0

Cosméticos naturais: o que você precisa saber sobre “low” e “no poo” 

Os termos Low Poo e No Poo foram patenteados pela empresária Lorraine Massey para classificar os produtos da sua marca de cosméticos, Deva. No entanto, esses termos são largamente utilizados para definir técnicas de cuidados capilares e é sobre eles que vamos falar hoje!

Low Poo e No Poo são técnicas de tratamento capilar que visam evitar o ressecamento das madeixas e consequentemente todos os agravantes decorrentes dele por meio da preservação da oleosidade natural do couro cabeludo, a qual percorre e enluva a fibra capilar, gerando assim uma camada protetora permeável ao redor do fio. Para tal, essas técnicas interrompem totalmente o uso de shampoos tradicionais ou permitem apenas a utilização de shampoos com surfactantes suaves. 

Na tradução literal, “No poo” significa nenhum shampoo, é um método de limpeza dos cabelos sem o uso de shampoo. Em inglês, “Low” significa pouco e “Poo” é uma abreviação de shampoo, nesse caso seria pouco shampoo. No dia a dia, a maioria dos métodos considerados Low Poo utilizam os shampoos sem sulfatos agressivos.

No/Low Poo é o mesmo que Natural?

É importante ressaltar que um cosmético liberado para No Poo ou Low Poo nem sempre é um cosmético natural, porém todo cosmético natural certificado será um cosmético liberado. Você já vai entender!

Já que a higienização capilar segundo tais técnicas não permite nenhum tipo de shampoo, No Poo, ou apenas de shampoos livres de sulfatos agressivos, Low Poo, por efeito os demais produtos da rotina de tratamento com os cabelos não podem conter agentes derivados do petróleo como silicones insolúveis em água, óleo mineral ou parafina. 

Desta forma, quando um cosmético é classificado como liberado para No Poo ou Low Poo, basicamente quer dizer que ele não contém nenhuma das substâncias citadas acima, essas substâncias são popularmente conhecidas como os “ingredientes proibidos”. Entretanto, esses cosméticos “liberados” podem conter ingredientes que não são permitidos em cosméticos naturais como conservantes e fragrâncias sintéticas.

Atualmente no nosso país não há uma legislação que regulamente a produção de cosméticos naturais e orgânicos. Dependemos então de agências privadas para validar se certo produto realmente possui as características para ser chamado de natural. Caso valide isso esta agencia normalmente fornece um “selo” para os produtos aprovados nesta certificação.

Portanto, utilizando como base o referencial de cosméticos naturais e orgânicos da Ecocert, certificadora de cosméticos naturais e orgânicos. Um cosmético para ser classificado como natural ou natural orgânico, primeiramente deve conter mais de 95% de ingredientes de origem natural, podendo ser vegetal, mineral, marinha ou até mesmo animal com ressalvas, e menos de 5% de ingredientes de síntese, aqueles criados em laboratório. 

Estes cosméticos não podem conter derivados do petróleo, corantes sintéticos, fragrâncias sintéticas, conservantes fora da lista dos aceitos, disruptores endócrinos, ou qualquer outra substância potencialmente bioacumulativa. Por conta disso um cosmético natural jamais conterá as substâncias proibidas para as técnicas deLowe No Poo.

Por que cada vez mais as pessoas estão aderindo aos métodosNo Poo Low poo?

As pessoas são atraídas pelos métodos por diversos motivos. Algumas querem evitar que os óleos bons e naturais produzidos pelo couro cabeludo sejam retirados excessivamente. Com isso elas conseguem manter os cabelos hidratados, macios, bonitos e brilhantes. 

Já para outras, o No Pooou Low Poo expressa rejeitar a pressão comercial para gastar mais dinheiro na higiene do que realmente é necessário. 

Outros adeptos das técnicas buscam utilizar menos produtos químicos artificiais em suas práticas diárias. Boa parte da população deseja conhecer melhor os compostos químicos que usamos no nosso dia a dia e como eles impactam na nossa saúde e no nosso bem-estar.

Não é preciso deixar de lavar os cabelos para ser adepta do No Poo ouNo Low. Ao invés de usar o shampoo tradicional, quem adota essa técnica de tratamento capilar utiliza shampoos naturais, ou usa bicabornato de sódio seguido de vinagre de maçã, ou apenas usa condicionador, ou ainda utiliza apenas água, ou uma combinação desses. 

Os Benefícios de No Poo/ Low Poo

low e no poo

Essas técnicas podem proporcionar um cabelo e couro cabeludo mais saudáveis, uma vez que a quantidade de óleo será equilibrada. O cabelo ficará mais volumoso, com uma textura melhor e com menos necessidade de produtos de modelagem e finalização. Haverá uma menor exposição a produtos químicos potencialmente irritantes além de menor desperdício de embalagens plásticas. Isso sem contar a quebra do ciclo artificial de lavagens. Esse ciclo basicamente resseca os cabelos e faz com que você utilize produtos para adicionar a umidade de volta e, em seguida ,shampoo novamente para remover o produto.

Período de transição 

Mudar seu método de tratamento irá acarretar um período de ajuste em que seu cabelo pode tornar-se mais oleoso. Mais não se preocupe! Esse período é importante para que seu couro cabeludo se ajuste para produzir somente o óleo que seu cabelo precisa. Em tese, seu couro cabeludo produzirá menos óleo, porque o óleo não está sendo removido diariamente pelos shampoos comuns.

A primeira coisa que você deve fazer é lavar o cabelo pela última vez com o shampoo que contém sulfato. Lembre-se de lavar também suas presilhas, pentes, escovas e tudo que entrou em contato com os seus antigos produtos. O objetivo é eliminar os resíduos de silicones e petrolatos. Feito isso, então você pode começar a usar a linha de produtos livres dos ingredientes citados. 

No começo o cabelo pode ficar estranho, mas ele vai se adaptando aos poucos. Uma vez livre desses resíduos, não utilize mais produtos com esses ingredientes. Está ocorrendo a desintoxicação dos fios, tenha paciência! Por volta de um mês o cabelo começa a ficar bonito. Caso isso não aconteça, continue testando novos produtos e busque por resenhas de produtos que deram certo para pessoas com as madeixas parecidas com a sua! 

Aguente firme, não é fácil passar por essa transição, mas o resultado é gratificante e libertador! 

Você prática alguma dessas técnicas? Conte para gente! Você pode inspirar outras mulheres a fazer o mesmo! 

Ah, se tiver dúvidas ou sugestão de tema para tratarmos aqui, comente logo abaixo! Vai ser um prazer te atender! Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.