Será que o colar âmbar para bebê funciona mesmo?

1

O colar de âmbar é uma resina fóssil que foi encontrada a muitos anos atrás na região do mar báltico e vem sendo muito usado em bebês por conta de suas propriedades medicinais que são liberadas em contato com a pele.

Seu uso era muito comum na Europa, porém nos últimos anos ele ficou conhecida no Brasil quando a modelo Gisele Bündchen usou em sua filha caçula. A partir daí, o assunto se tornou conhecido por aqui e os brasileiros começaram a aderir a nova moda em seus bebês.

Diante de tantas informações e dicas contadas é normal duvidar quando mencionam um objeto com tanto potencial. No entanto, não se preocupe há muito conteúdo sobre o colar ambar baltico. Diante disto neste post iremos responder suas dúvidas sobre esse objeto tão intrigante. Vamos lá?

Conheça mais sobre o colar de âmbar

O âmbar visto pela primeira vez nos lembra uma pedra, entre tantos tipos encontrados em todo o mundo, mas, na verdade ele é uma resina de árvore fossilizada que tem em torno de 50 milhões de anos.

É muito comum encontrar junto ao âmbar, pequenos animais e insetos que foram fossilizados com a resina da árvore. O âmbar é muito conhecido nas regiões do mar báltico. O tipo de âmbar dessa região é o mais raro e valioso.

O colar de âmbar está sendo muito usado em bebês graças as suas propriedades analgésicas e anti-inflamatórias naturais, dessa forma ele é usado no alívio de dores e desconfortos em bebês.

A história do âmbar

Segundo estudos o âmbar é usado pelo homem desde a idade da pedra, na Alemanha, por exemplo, já foi encontrado um amuleto de âmbar com cerca de trinta mil anos. Uma das figuras mais conhecidas da medicina, Hipócrates realizou estudos sobre os benefícios medicinais do âmbar. Esses estudos foram estudados e respeitados até a idade média.

O âmbar participou de diversas civilizações antigas como Grécia, Egito, Fenícia, Assíria, Roma e Mesopotâmia.

Quais os benefícios do colar de âmbar?

Como já citamos neste texto, o colar de âmbar é usado em contato direto com a pele, assim ele serve como analgésico natural. Porém, seus benefícios vão, além disso. O âmbar te ajuda nas seguintes questões:

• Inflamações;

• Aumento da imunidade;

• Relaxante neuromuscular;

• Acelera processo de cura;

• Equilibria ácidos e energia do corpo.

Esse são alguns dos benefícios do uso do colar de âmbar, vamos agora descobrir os efeitos dele para os bebês?

Por que usar o colar de âmbar em bebês?

A partir dos seis meses os bebês entram na fase da dentição. Esse é um momento difícil para os pequenos, porém nessa fase os efeitos do colar de âmbar são mais visíveis.

Muitas mães ao redor do mundo relatam melhoras ao usar o colar nessa fase. Os efeitos relatados são de que os bebês ficaram mais calmos e com menos dor.

Também há relatos de melhorias no sono, com bebês mais tranquilos e menos interrupções do sono durante a madrugada.

Outro efeito contado sobre o âmbar é que graças ao seu efeito analgésico ele acelera a cura, diminui febres, resfriados, dores de garganta entre outros sintomas.

Com o efeito calmante, a melhora do sistema imunológico e alívio de dores já são motivos suficientes para usá-lo em seu filho, não é mesmo? Saiba agora como usar e quais cuidados você precisa ter.

Como usar o colar de âmbar em bebês?

Para que você consiga todos os efeitos do âmbar é preciso mantê-lo sempre em contato com a pele. Ele pode ser usado como pulseira, colar, e até tornozeleira. Quanto mais tempo em contato com a pele do bebê melhores serão seus efeitos.

Apesar de saber a melhor forma de uso do âmbar também é preciso pensar nos riscos existentes durante o seu uso e quais são os cuidados que você deve ter ao começar a usar um.

Diante disso é preciso muita atenção ao colocar o colar ou qualquer outro objeto nos bebês. Para te ajudar vamos listar a seguir alguns cuidados que você precisa ter:

  • Não molhar, para evitar o desgaste da sua cordinha;
  • Manter o colar no bebê apenas pelo tempo necessário e sempre com a sua supervisão;
  • Remova o colar durante o sono do bebê?
  •  Usar como tornozeleira diminui consideravelmente os riscos de acidentes;
  • Não deixe o acessório apertado demais;
  • Nem muito solto já que o bebê pode conseguir tirar;
  • Avise ao pediatra sobre o uso;

O colar de âmbar realmente funciona?

Diversas crenças desde a Antiguidade cerca o âmbar, porém isso não diz que ele não seja eficaz.

Infelizmente ainda não existem estudos oficiais a respeito do âmbar, no entanto, há milhares de relatos sobre sua eficiência ao redor do mundo.

Um fato que todos entram em acordo é que ele tem realmente funções analgésicas naturais. Assim o âmbar tranquiliza e alivia as dores dos bebês. Principalmente durante a fase de dentição, muitos relatos comprovam a eficiência nessa fase tão delicada.

O preço do colar de âmbar varia de acordo com o tipo escolhido. Em média o âmbar polido é o mais caro. A faixa de preço do âmbar varia dependendo da sua região, porém custa entre R$ 60 e R$ 100.

Quando for comprar o seu é importante verificar sua autenticidade, existem no mercado muitas imitações feitas de vidro e outros materiais. Uma forma simples de testar o produto é encostar sua pele no produto, o âmbar é morno já suas imitações são mais frias que nossa pele.

Se você já o comprou é possível realizar o teste de autenticidade colocando uma gota de álcool ou acetona em sua superfície e observar se isso gera alguma em sua cor. Caso isso aconteça o colar de âmbar, não é original.

Como vimos neste post há muitas vantagens de usar o colar de âmbar em seu bebê desde que usado com cautela e cuidado. Se este conteúdo te ajudou deixe seu comentário e nos conte como ele te ajudou. Confira mais em https://www.ambarbalticobrasil.com.br/

1 comentário
  1. Mayara Figueredo Diz

    Eu sou suspeita para falar, porque vi super resultado por aqui, com as crianças usando!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.