Olá queridos,

A vitamina C é muito importante para todos nós não é mesmo?  Mas muitas vezes não sabemos os alimentos que contém a vitamina e porque ela é necessária para o nosso organismo.

Então vamos a explicação:

A vitamina C, cujo nome técnico é ácido ascórbico, é uma vitamina hidrossolúvel, ou seja, é solúvel em água. A substância foi descoberta em 1932 pelo cientista e bioquímico húngaro Albert Szent-Gyöygyi. Ela não pode ser sintetizada pelos seres humanos, sendo assim, a única maneira de obtê-la é pela alimentação. 

Após ser ingerida, a vitamina C participa de diversas ações bioquímicas vitais para o organismo. Ela melhora o sistema imunológico, a pele, o humor e evita problemas oftalmológicos e derrames. O nutriente também conta com forte ação antioxidante, combatendo os radicais livres. 


O nutriente participa de diversas reações bioquímicas essenciais para o bom funcionamento do organismo, ajudando as células a crescer e permanecer sadias.
Nos consultórios pediátricos, uma das recomendações mais frequentes dos médicos é para que os pais incentivem os filhos a terem hábitos saudáveis com a dieta, desde os primeiros anos de vida, pois alimentos ricos em nutrientes e minerais ajudam a fortalecer o organismo das crianças. Entre as vitaminais fundamentais, uma das mais conhecidas é a vitamina C, que contribui para o bom desenvolvimento das células integrantes do sistema imunológico.
Apesar de ser uma substância orgânica fundamental, essa vitamina não é fabricada pelo organismo. Portanto, só é possível obtê-la por meio de dieta equilibrada ou por suplementação vitamínica. Mas o que acontece quando a criança está com deficiência deste nutriente no organismo?
A vitamina C influencia a saúde das crianças de diversas formas. Após ser ingerido, o nutriente participa de diversas reações bioquímicas vitais para o corpo, ajudando no crescimento saudável das células, além de ser benéfica para ossos, dentes, gengivas, ligamentos e vasos sanguíneos. Também auxilia o organismo a responder às infecções e ao estresse, e tem ação antioxidante, combatendo os radicais livres. A vitamina C ainda estimula a absorção de ferro, ajudando a evitar a anemia, participa da formação de colágeno, responsável por unir e fortalecer os tecidos.
E para auxiliar os pais a identificar as principais frutas, verduras e legumes com o nutriente, Redoxitos®, suplemento alimentar infantil de vitamina C da Bayer, sugere sete alimentos fáceis de encontrar em supermercados, feiras e hortifrúti, e que podem fazer parte das refeições diárias das crianças:
Sete alimentos com vitamina C:
Vitamina C e benefícios
Agora vamos aos benefícios da Vitamina C:

Melhora a Imunidade:
 A vitamina C aumenta a produção de glóbulos brancos, células que fazem parte do sistema imunológico e que tem a função de combater microorganismo e estruturas estranhas ao corpo. O nutriente também aumenta os níveis de anticorpos no organismo. Assim, o nutriente ajuda a fortalecer o sistema imunológico, deixando nosso corpo menos suscetível a doenças.
Um estudo publicado no Annals of Nutrition & Metabolism observou que a vitamina C de fato melhora o sistema imunológico. Outras pesquisas também observaram os mesmos resultados.  
Evita o envelhecimento da pele:
 A vitamina C evita o envelhecimento da pele por ser essencial para a produção natural de colágeno pelo organismo. O colágeno é uma proteína que proporciona sustentação e firmeza para a pele. Além disso, a vitamina C tem ação antioxidante, ou seja, neutraliza os radicais livres, protegendo a pele contra a degradação de colágeno. 
Uma pesquisa publicada no Archives of Otolaryngology – Head com 19 voluntários observou que o uso tópico de vitamina C diminui os danos na pele causados pelo sol. 
Proporciona resistência aos ossos:
Isto ocorre porque a vitamina C é necessária para a produção de colágeno. Esta proteína além de ser benéfica para a pele, também proporciona resistência aos ossos, dentes, tendões e paredes dos vasos sanguíneos. 
Melhora a absorção de ferro: 
A vitamina C aumenta a biodisponibilidade de ferro não-heme, aquele de origem vegetal, no organismo. O ferro é importante para prevenir a anemia ferroriva que causa um estado de desânimo, lentidão de raciocínio, falta de foco e sonolência acentuada. Em crianças a ausência do nutriente pode causar o retardo do desenvolvimento cognitivo.  
Evita problemas de visão:
A vitamina C contribui para prevenir problemas de visão em decorrência do envelhecimento. Isto porque o nutriente é um dos fatores para a prevenção da degeneração da mácula, parte da retina responsável pela percepção de detalhes. Outros nutrientes que evitam o problema são betacarotenos, vitamina E, zinco e cobre. 
Previne derrames:
A vitamina C mantém as concentrações de colágeno e elastina, que em boas quantidades evitam a ruptura de coágulos e a formação de placas nas artérias. A ação antioxidante do nutriente também ajuda indiretamente, pois mantém a ação de óxido nítrico, substância que faz com que as artérias e veias fiquem relaxadas. 
Ação antioxidantes:
 A vitamina C é um poderoso antioxidante que combate os radicais e assim diminui os riscos de diversas doenças, entre elas o câncer e processos degenerativos associados com a idade. 
Previne e melhora gripes e resfriados:
Alguns estudos já apontaram que a suplementação constante de vitamina C provoca redução na duração dos sintomas do resfriado. Afinal, quando o sistema imunológico está debilitado, como em situações de gripes ou resfriados, a quantidade de vitamina C está menor e é importante fazer a reposição do nutriente. 
Diminui o estresse:
Um estudo publicado no International Journal of Sports Medicine feito com 45 maratonistas observou que a suplementação com vitamina C ajudou a reduzir os níveis de cortisol no organismo dos atletas. Já pesquisadores da Universidade do Alabama realizaram estudos com animais e observaram que nestes casos a vitamina C contribuiu para a diminuição do estresse. 
Contribui para a queima de gorduras:
A vitamina C é importante para a produção de carnitina, substância responsável pelo transporte de gorduras para serem queimadas e transformadas em energia. 
Quantidade recomendada de vitamina C: 
-7 a 12 meses: 50 mg
-1 a 3 anos: 15 mg 
-4 a 8 anos: 25 mg
-9 a 13 anos: 45 mg
-Mulheres de 14 a 18 anos: 65 mg
-Homens de 14 a 18 anos: 75 mg
-Mulheres a partir de 19 anos: 75 mg
-Homens a partir de 19 anos: 90 mg 
-Grávidas menores de 18 anos: 80 mg
-Grávidas maiores de 18 anos: 85 mg
-Lactantes menores de 18 anos: 115 mg
-Lactantes maiores de 18 anos: 120 mg
Vocês já usam a Vitamina C?
Me contem.

3 thoughts on “Vitamina C e benefícios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *